Notícias

Rondonópolis 10/07/2017 11:54 G1 MT

Presos cavam buraco em parede, pulam muro e 5 fogem de penitenciária em MT

Cinco presos fugiram da Penitenciária Major Eldo de Sá Corrêa (conhecida como Mata Grande), no final da tarde deste domingo (9) em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá. De acordo com a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), os presos escavaram um buraco na parede e usaram cordas para pular o muro dos fundos da penitenciária. Até a manhã desta segunda-feira (10) os cinco continuavam foragidos.

Segundo nota divulgada pela Sejudh, os presos escavaram um buraco na parede do raio 3 e se aproveitaram do momento de encerramento do dia de visitas na unidade. Eles pularam o muro dos fundos da penitenciária utilizando cordas artesanais feitas de lençóis e roupas. Os agentes que estavam de plantão nas torres 3 e 4 deram tiros de advertência, mas não conseguiram detê-los, conforme informou a secretaria.

Os agentes penitenciários e policiais militares fizeram rondas e buscas na região durante o fim do dia, no entanto, os presos não foram encontrados. Os fugitivos foram identificados como: Emerson Branco da Silva, de 29 anos (preso por roubo qualificado); Antônio Carlos Rodrigues Alves, de 23 anos (preso por latrocínio, exploração sexual de menor e receptação), José Antônio da Silva, de 36 anos (preso por assalto), Fagner Andrade Ribeiro, 36 anos (condenado por latrocínio) e Robinson Ferreira Francisco, 28 anos (condenado por tráfico de drogas).

A direção da unidade prisional registrou boletim de ocorrência na Polícia Civil em Rondonópolis. Um procedimento interno será aberto pela Sejudh para apurar as circunstâncias da fuga. A Mata Grande tem capacidade para 828 presos e abriga mais de mil detentos.


versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo